segunda-feira, 15 de julho de 2013

Sem ofensas.

Oi! 
Agora me deu uma vontade insana de escrever pra você. É, pra você mesmo, que as vezes me lê sem querer, que me acompanha, que me observa, que me alfineta, que me inspira.
Quero conseguir agradecer pelas mãos dadas sempre que me abre: é fantástico! 

E quando eu me mostro, quando eu dou a cara a tapa... 
Existem tantas pessoas que me seguem e isso é tão legal.
E mesmo você que só me lê para saber o que eu tenho sentido, se é ou não da sua conta, já te informo: não é da sua conta, mesmo que isso só cresça meu ibope.
Quero abraçar cada par de olhos que esperam chegar até o último ponto final, e muitas vezes não chegar a lugar nenhum e ficamos no mesmo lugar juntos, e voamos cada dia mais longe e juntos, 

paralelamente.
Obrigada a você que, querendo tomar conta da minha vida só morde a língua cada vez que chega aqui.
 

Obrigada, todas a vocês, queridas, 
E VOLTEM SEMPRE!

Nenhum comentário:

Postar um comentário