segunda-feira, 13 de maio de 2013

Sou devota dos meus segredos.


Procurar casa nova, procurar emprego novo, procurar amores novos:
Estou em uma fase decisiva na minha vida, e não me sinto preparada pra isso. 
Sinto que se eu tiver que mudar tudo de novo será um pouco mais radical. Sinto que nada mais tem me prendido aqui: nem sonhos, nem objetivos. Tudo o que eu tenho recebido são noites mal dormidas, e talvez esteja na hora de dormir em outros cômodos  Não adianta me trancar em casa e chorar e lamentar e quebrar meio mundo, eu preciso reagir, e preciso tirar forças de algum lugar que com certeza não é aqui. 
Quem sabe eu não volte de onde vim? Quem sabe retroceder não seja a coisa certa? Acho que é assim mesmo, as vezes a gente corre até o topo pra tropeçar e descer de novo, tudo de novo, rolando, machucando, atropelando. Quem sabe não seja isso que falta: arranhões mais profundos e voltar pro colo de mãe? Pois bem, aqui estou eu admitindo todas as minhas fraquezas, todas as minhas derrotas, todos os tapas na cara. E que venham mais no lugar certo, o que não dá pra fazer agora é sentar e esperar. 
E cá estou eu, mentindo mais uma vez que consigo e afirmando com a certeza que eu, certamente não tenho, que vai dar certo. Quer saber? Dessa vez nada mais vai dar certo, e eu não tô realmente me importando.
Eu cansei de ser forte o tempo todo. Cansei de recuperar forças - 'game over', e eu aceitarei isso, se não se importam: eu não tenho forças pra continuar, entendam isso - eu tô cansada demais. 

13/05/2013 

Um comentário: